Blog updates

Latest news & updates
Blog

Análise de Negócio das Arábias

22 de agosto de 2016
Negócio das Arábias

Um filme onde o destaque para mim não é o Tom Hanks e sim o ator Alexander Black que interpreta um árabe bem engraçado e transforma aquilo que parecia ser bem comum em um filme que acredito que lembrai para sempre em uma Sessão da Tarde fora de época. Veja a análise de Negócio das Arábias.

Análise de Negócio das Arábias
Análise de Negócio das Arábias

Um empresário americano em apuros financeiros chamado Alan Clay viaja para a Arábia Saudita em busca de novas oportunidades. Na próspera cidade de Jeddah, longe da complicada realidade da recessão que assola os Estados Unidos, ele realiza uma última e desesperada tentativa de evitar a falência completa, pagar a caríssima faculdade da filha e, talvez, realizar algo de bom e surpreendente em sua vida. Nesse deserto insólito, ele irá se deparar com uma estranha e fascinante galeria de personagens, gente vinda do mundo inteiro para cumprir todo tipo de ambição, como se convergissem para lá os pontos de uma realidade que parece se esfacelar. É nesse espelho quebrado de nacionalidades e aspirações que Alan tentará juntar os cacos de sua própria vida e recriar sua existência.

Na verdade o longa começa com um certo drama com a apresentação de todos os problemas de Alan e como ele viaja tão longe para tentar reconstruir seu ego e ainda levar nas costas um possível tumor que o deixa ainda mais preocupado e somando a tantos problemas na sua cabeça.

Acredita-se que o filme será de um roteiro bem comum e que na verdade é. Mas com a chegada do personagem Yousef interpretado pelo Alexander Black, o clima muda da água para o vinho com muitas piadas boas e um humor um tanto negro. A atuação de Alexander está tão boa que juro por Deus que tinha certeza que aquele ator era realmente árabe e tinha até achado legal de colocarem um ator da Arábia Saudita para estrelar junto com Tom Hanks, foi um grande erro meu, pois Alexander é nova-iorquino.

Análise de Negócio das Arábias
Análise de Negócio das Arábias

Com o clima ficando mais leve, o segundo ato fica entre o humor e o drama de Alan, que precisa esperar o rei da Arábia Saudita chegar para que ele apresente o projeto da empresa, só que o rei não chega e ele precisa urgentemente resolver problemas secundários além de sua saúde.

O terceiro ato, para surpresa de todos acaba se tornando um romance de culturas distintas, um romance difícil de seguir, mas que com amor tudo pode ser possível.

Tom Hanks não está em uma atuação boa, está fazendo por fazer o filme, não vejo esforço, mas o seu tom de um homem sério ao mesmo tempo atrapalhado melhora o clima e também soma.

Eu entrei no cinema com um humor de cansado e sai com um sentimento que não vou esquecer do clima agradável que ficou.

Minha nota é 3 de 5. Espero que goste da minha análise de Negócio das Arábias, curta, comente e compartilhe essa postagem e até mais.

 

Tags
Ed Rodrigues
Web Designer e designer gráfico workaholic. Apaixonado por cinema e ficção científica, colecionador de filmes, fã de Kubrick, Nolan e Tarantino e fundador desse site aí. Acompanhe minhas análises de filmes, toda semana terá 2 ou 3 filmes novos, uns bostas outros espetaculares, assim terá uma prévia antes de comprar seu ingresso ou perder seu tempo vendo no Netflix.

Write a Comment