aguarde...

9 de outubro de 2019

Escolhendo um bom esquema de cores para o seu site

Escolhendo um bom esquema de cores para o seu site

As cores são uma grande parte da vida. Eles evocam nossos sentimentos, nos ajudam a lembrar memórias e afetam nosso humor. Aprender a usar cores no seu site é uma maneira eficaz de gerar uma resposta específica de seus usuários e tornar seu site mais acionável.

Georgia O’Keeffe disse: “Descobri que podia dizer coisas com cores e formas que não podia dizer de outra maneira”. Isso é verdade para todos nós, e você não precisa ser um artista famoso para aprimorar o poder da cor. Tudo que você precisa é um entendimento da marca e da psicologia das cores. De repente, um mundo totalmente novo de cores e design será seu para explorar.

Consumidores e marcas geralmente subestimam o poder da cor. Os profissionais de marketing bem versados ​​sabem o quão poderoso pode ser, mas é difícil colocar essa influência em palavras, a menos que você tenha um forte entendimento de como a cor nos afeta como seres humanos. Neste guia, examinaremos de perto a psicologia por trás de nossas cores favoritas, como as marcas usaram cores com sucesso no passado e como você pode escolher um bom esquema de cores para o seu próprio site.

A psicologia por trás da cor

Um céu azul faz você se sentir relaxado e calmo? O amarelo brilhante faz seu coração disparar um pouco mais rápido? Se você já experimentou algum desses sentimentos, não está sozinho. A cor é uma ferramenta de comunicação e é usada desde os primórdios da civilização para expressar influência, ação e humor.

Foi em 1666, quando o cientista inglês Sir Isaac Newton descobriu pela primeira vez que, quando a luz branca passa por um prisma, ela se separa em todas as cores visíveis. Essas cores visíveis não comunicam as mesmas coisas para todos. A maneira como você se sente sobre determinadas cores é algo profundamente pessoal, derivado de sua própria experiência ou cultura.

Escolhendo um bom esquema de cores para o seu site

No entanto, existem algumas “regras” gerais de cores que podemos tirar de nossa própria história ocidental. Aqui estão algumas das associações mais conhecidas com cores com as quais você provavelmente está familiarizado:

  • Preto: Mal
  • Branco: Pureza
  • Amor vermelho
  • Azul: Calmo
  • Verde: Inveja
  • Roxo: Riqueza

Pode parecer um nível muito básico de entendimento de cores, e é porque são. O simbolismo mais profundo por trás dessas cores se enraíza ao longo de nossa história e cultura, e elas não são estagnadas. As cores podem mudar o significado em diferentes situações e ao longo do tempo.

Por exemplo, você conhece a história de por que o roxo simboliza riqueza ? De fato, a rainha Elizabeth I proibiu qualquer pessoa, exceto a família real, de usar roxo, pois possuía um status de elite. Centenas de anos atrás, o corante roxo era inicialmente incrivelmente caro. Na época dos fenícios, o corante só podia ser encontrado em um pequeno molusco no mar Mediterrâneo. Como era muito caro cobrar, era usado apenas pela elite rica.

Há uma história como esta por trás de quase todas as suas cores favoritas. Quanto mais você entender a história das cores, melhor equipado estará para usá-las em seu proveito.

Como as empresas utilizam a cor hoje?

Como você provavelmente já percebeu, percorremos um longo caminho desde o roxo, simbolizando apenas a riqueza. As cores se tornaram entidades complexas e agora são uma ferramenta usada por profissionais de marketing e designers para criar uma marca que ressoacom o público.

Para entender como as empresas utilizam as cores hoje, vejamos algumas das marcas mais conhecidas e as cores por trás de seus logotipos e designs.

Vermelho – Quando se trata de marketing, diz-se que o vermelho provoca estímulo e apetite. Também é comumente usado em liquidação, já que é conhecido por chamar sua atenção. Red até mostrou aumentar a freqüência cardíaca humana de forma mensurável quando a vêem. Marcas vermelhas: Frito Lay, Nintendo, Netflix, ESPN, Coca-Cola e Lego.

Azul – o azul no marketing é usado para simbolizar profissionalismo e força. É uma cor favorita para muitas pessoas, por isso é frequentemente usada para demonstrar confiança. Marcas azuis: Facebook , Visa, Samsung, AT&T

Amarelo – Amarelo é tudo sobre otimismo e felicidade. É excelente para chamar a atenção dos usuários, por isso é comumente usado para marcas de fast food. Marcas amarelas: McDonald’s, Snapchat, Subway, IKEA.

Verde – o verde foi recentemente usado para mostrar marcas ecológicas, mas também é usado para transmitir crescimento com bem-estar financeiro. Verde está relacionado à saúde, relaxamento e produtividade. Marcas ecológicas: Starbucks, Excel, Holiday Inn, Heineken e Land Rover.

Roxo – O roxo percorreu um longo caminho, mas ainda simboliza a realeza, bem como a sabedoria e o sucesso. É por isso que geralmente é usado para marcas de luxo. Marcas roxas: Crown Royal, Qatar Airways, Hallmark e Cadbury.

Preto – o preto como uma cor também se desenvolveu a partir de seu simbolismo original do “mal”. Hoje, transmite profissionalismo e se relaciona com inteligência e autoridade. As marcas usam preto para manter a simplicidade ou mostrar uma qualidade luxuosa. Marcas negras: Amazon , Disney, Chanel, Nestlé, Gucci, Hermes.

Multicolorido – Finalmente, algumas vezes as marcas usam algumas cores para mostrar sua diversidade e se destacar de outras marcas. Geralmente, são usados ​​por empresas baseadas na Internet ou marcas globais que desejam mostrar conexão. Marcas multicoloridas: Windows, Google, NBC, eBay , Jogos Olímpicos.

Como você se sentiu lendo essas listas de marcas? Se você é como a maioria das pessoas, provavelmente entendeu a conexão apenas pelos seus sentimentos atuais sobre essas marcas. Essas marcas foram criadas por profissionais de marketing especializados que usam cores para contar sua história.

Guia passo a passo para escolher o esquema de cores do seu site

No seu site, você deseja que ele conte a história da sua marca, mas precisa fazer isso de uma maneira simplificada que não atrapalhe a experiência do usuário. Os usuários precisam de 50 milissegundos para formar uma opinião sobre o seu site. Isso é menos de um segundo para causar impacto.

Siga estas etapas abaixo para garantir que você esteja escolhendo as cores certas para o seu site.

Etapa 1: escolha sua cor dominante

Primeiro, você precisa escolher sua cor dominante. Essa é a cor da sua marca e é assim que você cria um design que ama. Lembra de todas as palavras e emoções associadas às cores listadas abaixo? Consulte a sua lista e decida qual a cor que mais se relaciona com a sua marca.

Essa é a cor que seu público mais lembrará quando visitar seu site. Se você está tentando mostrar que é ecológico ou impulsionado pelo crescimento, use verde. Se você é uma marca calma e atenciosa, escolha o azul e assim por diante. Se você já possui um logotipo, verifique se essa cor é complementar ou a mesma.

Etapa 2: considere seu público

Em seguida, considere seu público-alvo e quais cores eles preferem. Lembra como dissemos que nossa percepção da cor dependerá de nossa história e cultura? Isso é muito relevante se você estiver tentando abordar um grupo específico de pessoas.

Embora todos os sexos possam gostar de todas as cores, é verdade que algumas cores e tons falam mais com um gênero. O mesmo vale para a idade. Lembre-se do seu público-alvo para garantir que suas cores falem com eles. Aqui está um guia simples para ajudar:

  • Bright vs Soft – Os homens preferem cores brilhantes, enquanto as mulheres preferem cores suaves
  • Azul, Roxo e Verde – Essas são as cores que as mulheres preferem mais
  • Azul, verde e preto – essas são as cores que os homens preferem
  • Cores brilhantes – cores mais brilhantes aparecem para usuários mais jovens
  • Acromático – são cores que não têm matiz (como preto e cinza) e são preferidas por homens e adultos mais velhos

Etapa 3: Onde usar sua cor dominante

Agora, é hora de utilizar sua cor dominante. Você deseja que essa cor atraia atenção, mas não muita atenção. Todos nós visitamos sites com muita cor e pode ser confuso saber para onde procurar. Tente usar sua cor dominante em um número limitado de lugares, especialmente onde você deseja que os usuários tomem medidas.

Os melhores lugares para usar sua cor dominante são o logotipo, as guias de menu, as frases de chamariz e ao destacar informações importantes. Eles também são úteis para títulos e botões.

Etapa 4: Escolhendo e usando suas cores de destaque

Seu site seria chato se você tivesse apenas uma cor. Se você deseja que seu site pareça profissional, você precisa de cores de destaque. Esta é a parte assustadora, pois a mistura de cores pode ser complicada.

Em caso de dúvida, limite-se a 1 ou 2 cores de destaque. Muitas cores podem ser impressionantes. Sua cor de destaque pode ser da mesma cor, mas em um tom diferente, como escolher um marrom quando você já tem o vermelho como sua cor dominante. Também pode ser um neutro que complementa sua cor atual. Você pode até trazer uma cor totalmente nova que significa algo para a sua marca.

Onde você deve usar sua cor de destaque? Use-o em locais sutis, como na guia do menu atual, legendas e para realçar informações secundárias.

Etapa 5: Amarre Juntos

Por último, mas não menos importante, é hora de juntar tudo. Agora que você sabe quais são as cores certas para o seu site, é hora de criar um site elegante que funcione para o seu negócio.

Comece criando um site ou encontrando um tema premium que corresponda à sua estética de design. A partir daí, personalize todos os elementos para garantir que as cores corretas sejam exibidas.

Considere quaisquer extras que incorporem suas cores, como gráficos, imagens e muito mais. Essas são as coisas que unem todo o visual. Para finalizar o processo, consulte o site completo. Como isso faz você se sentir? Pode ajudar a trazer alguns pares extras de olhos.

Pensamentos finais

Criar um site é mais do que jogar cores diferentes na página. De fato, a cor é uma das partes mais complexas do processo de design. Não é necessário apenas um pouco de compreensão das cores para saber quais ficam bem juntas, mas você também precisa saber o significado por trás das cores que usa.

Você pode experimentar isso sozinho na próxima vez que for às compras. Dê uma olhada nas diferentes marcas oferecidas para um produto específico. Como essas marcas fazem você se sentir? É esse mesmo efeito que você está tentando alcançar com seu site.

As cores certas vêm do seu público e os significados por trás dessas cores, não apenas as cores que você prefere. Se você colocar seu público em primeiro lugar, criará o melhor esquema de cores para o seu site rapidamente.

Posted in Blog
Write a comment