aguarde...

15 de abril de 2020

História em preparação: Microsoft Edge ultrapassa o Mozilla Firefox

História em preparação: Microsoft Edge ultrapassa o Mozilla Firefox

O novo Edge da Microsoft agora é o segundo navegador mais usado

Provavelmente era apenas uma questão de tempo, mas o que tantas pessoas, incluindo todos na Microsoft, esperavam finalmente aconteceu: o Microsoft Edge superou o Mozilla Firefox e se tornou o segundo navegador de desktop mais usado no mundo.

Os dados fornecidos pela empresa de análise de mercado NetMarketShare revelam que tudo aconteceu em março, quando a adoção do Microsoft Edge, desenvolvido com Chromium, melhorou para um nível que permitiu ultrapassar o próprio navegador da Mozilla.

Então, agora, o Microsoft Edge é o segundo navegador de desktop mais usado no planeta, com uma participação de 7,59%, enquanto o Mozilla Firefox agora é o terceiro com 7,19%.

Quanto a quem lidera o grupo, o Google Chrome continua sendo o número um, com uma participação de 68,50%.A corrida para o número um

Enquanto alguns esperam que o Microsoft Edge se torne o principal navegador de desktop do mundo, é improvável que isso aconteça tão cedo, especialmente considerando a diferença em relação ao Google Chrome neste momento.

No entanto, tal coisa não é necessariamente impossível a longo prazo, especialmente quando o Edge se torna o novo navegador padrão no Windows 10. Nesse momento, o Windows 10 já é a versão principal do Windows, com um compartilhamento que está chegando a 60 %

Ao mesmo tempo, o Microsoft Edge também se expandiu para além do mundo do Windows 10, por isso também está disponível no Windows e macOS mais antigos. Acredita-se também que uma versão do Linux esteja em andamento, mas ainda não está disponível um ETA sobre quando poderia pousar.

Mas tudo isso mostra que o Microsoft Edge agora é uma alternativa completa ao Google Chrome em mais de uma plataforma e, com a Microsoft realmente comprometida em melhorar ainda mais o navegador, há uma boa chance de que sua participação no mercado continue a melhorar.

Pelo que vale, o Internet Explorer continua disponível no Windows 10 apenas para fins de compatibilidade, mas a Microsoft recomenda não usá-lo como um navegador diário.

Postado em Blog
Escreva um comentário